terça-feira, 22 de dezembro de 2015

Vitimização

 Hoje eu resolvi fazer uma retrospectiva do ano de 2015 e consequentemente lembrei de alguns amigos que eu fiz esse ano, se é que posso chamar todos de amigos. É triste porque lembrei de algo muito incomodativo, não só para mim mas para alguns outros que também podem se identificar.  Já parou para pensar em quantas coisas idiotas tu já riu? Sim, uma piada homofóbica, uma piada racista, uma piada que inferioriza mulher... Pois estou escrevendo para dizer que basta! Chega. Não é bonito inferiorizar os outros. Tua piada pode até ser engraçado aos ouvidos de alguns, mas não para quem tem inteligência e vontade de se informar mais. Chega de reproduzir sentimentos ruins, de reproduzir atitudes negativas, mesmo que tu não seja autor de tal piada, o fato de tu rir dela já te faz cúmplice. 
 E não me venha falar que hoje em dia as pessoas se vitimizam porque isso é papo furado. Não se faz de vítima quando na verdade tu é sim uma vítima. Alguém solta um comentário homofóbico "gays são a escória da sociedade", um comentário racista "não deixa ele entrar porque ele é negro", ou uma piada inferiorizando a mulher "mulher no volante, perigo constante", e se tu se encaixa como sujeito de qualquer uma dessas frases, tu é obrigado a rir? Ah sim, claro, tu é obrigado a rir e aceitar numa boa, caso contrário tu está se fazendo de vítima porque com certeza ouvir isso todo dia aumenta muito sua auto-estima. CHEEEEGA! Bate o pé, não reproduza esse tipo de conteúdo rindo, faça a pessoa se ligar que isso é ofensivo e preconceituoso! Cada um tem seu direito de expor o que sente, desde que isso não prejudique o próximo! E mesmo que isso não machuque fisicamente, machuca muito os sentimentos e eu cansei de ficar sempre passiva vendo outros (ou até eu mesma) sofrendo com esse tipo de comentário idiota. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário