sábado, 16 de outubro de 2010

Invadindo a Akatsuki


Maria: Olá amigos e talvez até inimigos, estamos aqui para... para o que mesmo Laís? :/
Laís: Você esquece de tudo, né? Estamos aqui porque a gente vai invadir a Akatsuki,né! ^^
Maria: Ah, é mesmo! E vamos saber todos os segredos mais secretos dos membros mais fofos da Akatsuki, então nos acompanhe.

Com um toque de mágica, tudo começa a girar. As duas meninas são sugadas até que se deparam em uma caverna.

Maria: Show! A gente já chegou dentro do esconderijo :)
Laís: Legal, vamos invadir os quartos!

Laís abre cuidadosamente uma porta para não fazer barulho, e a cena que vai vir a seguir é forte :

"E o que fazer
Quando não estão mais nem aí para você?
Quando seu mundo não passar de uma prisão?
E o que dizer
Quando a sua vida não é igual a da tv?
Quando as pessoas tratam mal seu coração?

Quebre as correntes...

Prometa não chorar e não se arrepender
Não chorar
Não Chorar
O que você precisar, se encontra em você"

Itachi ouvia Fresno e cantava fazendo uma coreografia muito estranha, em frente a um espelho enquanto fazia chapinha. Laís e Maria ficaram boquiabertas.
Ouviram barulho de alguém se aproximando, então se esconderam atrás de um vaso de planta. Logo viram Kisame entrar no quarto e novamente, bem cautelosas, se aproximaram da porta, observando tudo. Kisame desligou o som, ligou o computador e inseriu um cd-rom.Itachi assistia tudo emburrado.

Kisame: Itachi-kun, meu primo me mandou um vídeo *-*
Itachi: Eu estava quase conseguindo fazer a voz igual ao do Lucas da fresno :/ Quero conseguir primeiro que o Sasuke, o meu irmãozinho tolo. E você me atrapalha!

Kisame o ignora e então começa a tocar uma música, Kisame colocou o vídeo em modo full screen, para a sorte das meninas poderem acompanhar.

"Um peixe vive contente
Aqui debaixo do mar
E o peixe que vai pra terra
Não sabe onde vai parar
Às vezes vai pra um aquário
O que não é ruim de fato
Mas quando o homem tem fome
O peixe vai para o prato
Vou lhe contar, aqui no mar
Ninguém nos segue, nem nos persegue pra nos fritar
Se os peixes querem ver o sol
Tomem cuidado com o anzol
Até o escuro é mais seguro
Aqui no mar (aqui no mar)
Onde eu nasci (Onde eu nasci)
Neste oceano entra e sai ano, tem tudo aqui
Os peixes param de nadar
Quando é hora de tocar
Temos a bossa que é toda nossa
Aqui no mar"

O primo de Kisame era praticamente igual ao Kisame.Ele dançava feito um louco no mar.

Kisame: Ain, que saudade :'(

Itachi deu um abraço em Kisame, querendo consolá-lo.

Zetsu: Não acredito que estou vendo uma cena tão gay quanto essa / eu também não!

E então o a planta que estava no vaso, onde Maria e Laís antes se esconderam, começou a se tornar um homem.

Maria e Laís: Zetsu?

Zetsu: Não pensaram que vocês invadiriam a Akatsuki e não iria ser descobertas, né? / Tá certo que o Itachi e o Kisame são uns burros por não tem percebido, mas mesmo assim...

Itachi então empurra Kisame, larga a chapinha,prende seu cabelo em um rabo-de-cavalo baixo e volta ao seu ar sério. Kisame ligeiramente pega sua samehada.

Maria: Humpf, vocês não podem fazer nada de mal comigo sem a conscientização da autora.

É isso mesmo, essa história é minha e a Maria e a Laís precisam descobrir os segredos dos restantes :D

Itachi e Kisame: Hunf ¬¬'

Então Zetsu fica rindo da cara de Itachi e Kisame, que ficam emburrados, enquanto Maria e Laís partem para o próximo quarto. Abriram cuidadosamente a porta, não fazendo nenhum barulho, então encontraram outra cena bizarra.

Deidara: Ai Sasori-danna, dói,un!
Sasori: Pára de se mexer! Barbie.

Pensaram malícia né? Mas Sasori estava fazendo chapinha no Deidara. Sasori não tinha nenhuma prática em fazer chapinha, pois queimara o loiro diversas vezes.

Deidara: Até o Tobi é mais delicado para fazer a chapinha,un ¬¬
Sasori: Não tenho culpa se eu não sou acostumado a fazer chapinha, aliás, aceito meu cabelo do jeito que ele é.
Deidara: Ah, não mente! Se você realmente aceitasse, não teria implorado semana passada pra mim retocar a sua cor, já que o seu vermelho estava ficando desbotado,un.
Sasori: Xiu! Alguém pode ouvir!
Tobi: Tobi sabia que Sasori tinha pintado o cabelo! ^^
Maria e Laís: AAHHHH

Tobi estava atrás de Laís e Maria e as duas nem haviam notado a presença dele. Sasori atirou a chapinha para debaixo da cama e Deidara prendeu seu cabelo.

Tobi: Tobi viu meninas espiando Sasori e Deidara-Senpai e resolveu ficar observando elas. Tobi é um bom garoto ^^
Deidara: TEME! Viu elas nos espionando e nem tomou alguma providência, agora essas duas sabem de nossos segredos,un!
Sasori: Eu não posso acreditar!

Os três ficaram discutindo, Deidara tentava acertar Tobi com bombas e Sasori mandava algumas marionetes atrás do pirulito ambulante. Maria e Laís saíram de fininho e partiram para o próximo quarto. Este já tinha a porta aberta, encontraram Hidan penteando seu cabelo.

Hidan: Jashin-sama disse pra você, desça e arrasa,mas parece que eu estou subindo e brilhando,caralho! *-*

Hidan falava para si mesmo, se olhando no espelho, enquanto Kakuzu estava sentado em sua cama, contando seu dinheiro.

Kakuzu: Essa é a última vez que compro gel pra você Hidan. Você não sabe se controlar, usa um pote em apenas uma semana, e quando você vai comprar escolhe o mais caro ¬¬
Hidan: Tu achas que eu vou passar qualquer merda nesse meu cabelo?
Kakuzu: Poderia escolher um gel mais humilde. Não tenho tanto dinheiro assim para gastar em gel.

Maria e Laís olham para uma mesa que ficam ao lado da cama de Kakuzu, tinha um bolo de dinheiro. Dinheiro o suficiente para nunca mais trabalhar.

Laís:Ele tem pouco dinheiro para gastar com gel? :/

Hidan: Vai se fuder, caralho! Deixa de ser pão-duro e aproveite o que a vida tem de mais foda.

Hidan dizia olhando para algumas revistas da Playboy atiradas em sua cama.

Maria e Laís: ¬¬'

Laís: Vamos para o próximo quarto.

Então foram até o próximo quarto.

Pain: Vai dizer que eu não sou um Deus?
Konan: Mais rápido Pain, mais forte...

Laís: Er, vamos sair daqui!

Laís puxa Maria e então as duas saiem do esconderijo da Akatsuki.

Maria: Agora é hora de voltar ^^
Laís: Isso mesmo, estou louca para espalhar para todos o que eu descobri desses viados! :p

E então, com um toque de mágica, as duas voltaram para o seu mundinho chato e sem graça de sempre.

quinta-feira, 14 de outubro de 2010

Aqui Estou Eu Sem Você (Draco&Hermione)

Hermione abriu lentamente seus olhos castanhos inchados, sendo despertada pela claridade dos raios de sol que penetravam pelas frestas das longas cortinas de sua casa trouxa.Sentou-se em sua cama e mirou o espelho logo a sua frente pendurado na parede. Seus olhos estavam inchados, sem vida. Achava que já havia superado o término de seu namoro com Draco Malfoy, mas estava enganada. As lembranças a atormentavam, lembrando de suas frases dizendo o quanto a amava,ele prometera que eles ficariam juntos pelo resto da vida, mas hoje fazia dois meses que ele havia terminado o namoro em um simples pergaminho, sem mais explicações, somente a sua assinatura. Hermione mandou várias cartas a ele perguntando o porquê dessa atitude, mas suas cartas nunca foram respondidas.

A hundred days have made me older
(Cem dias me fizeram mais velho)
Since the last time that I saw your pretty face
(Desde a última vez que vi seu lindo rosto)

Desde então ela não tinha mais forças para nada. Ficava horas trancada em seu quarto onde morava com seus pais, chorando sozinha enquanto estes ficavam preocupados com o que estava realmente acontecendo com Hermione. Ela não saía mais com seus amigos Harry e Rony, não lia muitos livros como era de costume.E hoje ela teria que voltar novamente para Hogwarts, completar seu último ano. Perguntou-se mil vezes se realmente queria voltar pra lá, se realmente queria voltar a vê-lo. Pensou em sua carreira profissional, e com seu coração doendo, decidiu voltar.

A thousand lies have made me colder
(Milhares de mentiras me fizeram mais frio)
And I don't think I can look at this the same
(E eu não creio que possa te olhar do mesmo jeito)

Ao chegar na estação 9 ³/4 não encontrou Draco. Dava graças a Merlin por não ter que encarar aqueles olhos azuis acinzentados, e ao mesmo tempo desejava vê-lo,só pra saber que estava tudo bem com ele. Fora a viagem toda quieta, fingindo ouvir Ginny comentar alegremente sobre as férias,de vez em quando ou outra dava um sorriso amarelo, enquanto Harry e Rony dormiam em seu mais profundo sono. Hermione pensava em Draco e em todos os momentos que passaram juntos,desde os mais alegres até o mais tristes.

But all the miles that separate
(Mas todas as milhas que nos separam)
They disappear now when I'm dreaming of your face
(Elas desaparecem agora enquanto estou sonhando com seu rosto)

Ao chegar em Hogwarts, sentou-se com seus amigos na mesa da Grifinória para assistir a Cerimônia de Seleção das Casas.Mas Hermione estava mais concentrada em percorrer seu olhar por toda a mesa da Sonserina, procurando por um certo alguém que não encontrou. Foi então que ouvira Ginny comentar que ele não viria, que sua mãe havia sido morta pelo seu pai, que havia fugido logo após o crime. Saiu correndo do salão principal com os olhos marejados. Logo escorrera pela sua bochecha rosada uma lágrima. Podia sentir toda a dor que Draco sentiu. Sabia o quanto ele amava sua mãe, e sabia também que ele não teria mais motivos para voltar pra Hogwarts.

I'm here without you baby
(Estou aqui sem você amor)
But you're still on my lonely mind
(Mas você continua em minha mente solitária)
I think about you baby
(Eu penso em você amor)
And I dream about you all the time
(E sonho com você o tempo todo)

Sentou-se na grama do jardim do castelo, e ali permaneceu, deixando as lágrimas caírem de seus olhos, nunca mais iria ver Draco.

I'm here without you baby
(Estou aqui sem você amor)
But you're still with me in my dreams
(Mas você continua comigo nos meus sonhos)
And tonight, it's only you and me
(E esta noite só existe você e eu)
The miles just keep rolling
(A distância continua aumentando)

A primeira semana de Hermione em Hogwarts fora difícil. Todos perguntavam de Draco para ela, achando que ela ainda namorava com ele. Sentia-se mal em ter que responder que ele havia terminado com ela, e as vezes respondia estupidamente, deixando todos espantados pela atitude grosseira da castanha (que não era normal ser estúpida). Passou algumas noites abraçada em Ginny chorando, enquanto esta tentava a consolar.

As the people leave their way to say hello
(Enquanto as pessoas deixam de se falar)
I've heard this life is overrated
(Dizem que esta vida está sobrecarregada)
But I hope that it gets better as we go
(Mas espero que isso melhore com o passar do tempo)

Draco havia terminado com ela, mas ela não havia ainda terminado com ele. Certa vez a castanha ouvira de alguém que as coisas chegam realmente ao fim quando já não fazem parte da nossa vida, e Draco estava nela, em seus sonhos, seus pensamentos, em seu coração.


I'm here without you baby
(Estou aqui sem você amor)
But you're still on my lonely mind
(Mas você continua em minha mente solitária)
I think about you baby
(Eu penso em você amor)
And I dream about you all the time
(E sonho com você o tempo todo)
I'm here without you baby
(Estou aqui sem você amor)
But you're still with me in my dreams
(Mas você continua comigo nos meus sonhos)
And tonight, it's only you and me
(E esta noite, somos só você e eu)
And tonight girl, it's only you and me
(E esta noite garota, somos só você e eu.)

Em uma certa noite chuvosa, ela não conseguia dormir. Olhou para os lados e viu todas as amigas dormindo, vestiu uma roupa com cuidado para não fazer barulho e saiu para os longos corredores de Hogwarts. Ouviu um bater de asas, e logo pôde reconhecer a coruja de Draco. Esta lhe entregou uma carta, e logo havia sumido de vista. Hermione abriu a carta e nela continha as seguintes frases:

"Everything I know, and anywhere I go
(Tudo que eu sei, e qualquer lugar aonde eu vá)
it gets hard but it won't take away my love
(Isso se torna mais difícil, mas eu não vou desistir do meu amor)
And when the last one falls, when it's all said and done
(E quando o último cair, e quando tudo estiver dito e feito)
it gets hard but it won't take away my love
(Isso se tornará mais difícil, mas eu não vou desistir do meu amor)"

Enquanto ela lia, podia jurar que ouvia Draco cantar, e ao terminar de ler, pode ter certeza do que ouviu.

I'm here without you baby
(Estou aqui sem você amor)
But you're still on my lonely mind
(Mas você continua em minha mente solitária)
I think about you baby
(Eu penso em você amor)
And I dream about you all the time
(E sonho com você o tempo todo)
I'm here without you baby
(Estou aqui sem você amor)
But you're still with me in my dreams
(Mas você continua comigo nos meus sonhos)
And tonight, it's only you and me
(E esta noite, somos só você e eu)
And tonight girl, it's only you and me
(E esta noite garota, somos só você e eu.)

O loiro terminara de cantar este trecho e abraçou Hermione, que retribuiu fortemente o abraço. Se encararam por alguns minutos, ambos com medo de perder o olhar de um. Draco foi o primeiro a falar.
-Hermione, desculpe ter terminado contigo sem explicações. Meu pai ...-respirou fundo para continuar-Meu pai matou minha mãe e fugiu! Tu não sabes o medo que eu fiquei dele fazer algum mal a você, foi por isso que decidi terminar..
Hermione começou a ficar com os olhos marejados.Tinha mil e uma coisas para falar, mas tinha tanto medo de ele ir embora...
-E agora?- perguntou a castanha, não conseguindo perguntar qualquer outra coisa.
-Ele foi preso, vamos poder ficar juntos para sempre, vou poder cumprir minha promessa!-falou o loiro abrindo um sorriso enorme. Então aproximou seu rosto de Hermione e a beijou com um beijo longo e profundo, que pudesse matar toda a saudade que sentia de sua castanha. E Hermione o abraçava tão forte com medo de perdê-lo outra vez.

N/a: Oiee! *-* Er, decidi postar aqui no blog as minhas fics malucas que de vez em quando eu faço :) Aceito sugestões!